You are currently viewing Dicas para elevar a autoestima

Dicas para elevar a autoestima

Quando nossa autoestima está mais alta, não apenas nos sentimos melhor com relação a nós mesmos, mas também nos tornamos mais resistentes.

Estudos de varredura do cérebro demonstram que, quando nossa autoestima está mais alta, é provável que experimentemos feridas emocionais comuns, como rejeição  e fracasso,  como menos dolorosas, e nos recuperamos delas mais rapidamente. 

Além disso, quando nossa autoestima é mais elevada, também ficamos menos vulneráveis ​​à ansiedade. Também liberamos menos cortisol em nossa corrente sanguínea quando estamos sob estresse e é menos provável que ele permaneça em nosso sistema.

Por isso, elevar a autoestima é um fator fundamental. E no artigo abaixo, compartilho algumas dicas de como fazer isso!

Desenvolva suas competências

A autoestima é construída através da demonstração de capacidade real e realizações em áreas de nossas vidas que são importantes para nós. 

Se você se orgulha de ser um bom cozinheiro, dê mais jantares. É um bom escritor? Compartilhe suas ideias com mais pessoas. Se você é excelente em matemática, porque não oferecer aulas particulares?

Resumindo, descubra suas competências essenciais e encontre oportunidades e carreiras que as acentuem.  

Aceite os elogios

Um dos aspectos mais complicados para melhorar a auto-estima é que, quando nos sentimos mal conosco. 

Tendemos a ser mais resistentes a elogios — mesmo que seja quando mais precisamos deles. 

Portanto, estabeleça a meta de tolerar elogios ao recebê-los, mesmo que eles o incomodem (e farão). 

A melhor maneira de evitar as reações reflexivas de rejeitar elogios é preparar respostas simples definidas e treinar para usá-las automaticamente sempre que receber um bom feedback.

Por exemplo, “Obrigado” ou “Que gentileza de sua parte”. Com o tempo, o impulso de negar ou rejeitar elogios desaparecerá — o que também será uma boa indicação de que sua autoestima está ficando mais forte.

Faça algo criativo

Tarefas criativas são uma ótima maneira de colocar o fluxo de volta em sua vida. A criatividade estimula o cérebro, portanto, quanto mais você o usa, maiores são os benefícios. 

Puxe seu violão velho, escreva uma história ou poema, assista a uma aula de dança ou inscreva-se em uma produção teatral comunitária. 

Quando você adiciona o desafio de tentar algo novo, isso o ajuda ainda mais.

Pare de se comparar com os outros

Independentemente de você comparar sua aparência com a de seus amigos no Instagram ou comparar seu salário com a renda de um amigo, as comparações não são saudáveis. 

Na verdade, um estudo de 2018 publicado na revista Personality and Individual Differences encontrou uma ligação direta entre a inveja e a maneira como você se sente sobre si mesmo. 

Os pesquisadores descobriram que as pessoas que se comparavam a outras experimentavam inveja. E quanto mais inveja eles experimentavam, pior eles se sentiam.

Se você está com inveja da vida de outra pessoa, lembre-se de seus próprios pontos fortes e sucessos. 

Quando você perceber que está fazendo comparações, lembre-se de que fazer isso não é útil. Todo mundo está correndo sua própria corrida e a vida não é uma competição.

Cerque-se de pessoas positivas

Preste atenção em como seus amigos fazem você se sentir. Seus amigos o levantam ou o derrubam? Eles estão constantemente julgando você ou o aceitam pelo que você é? 

As pessoas com quem você passa o tempo influenciam seus pensamentos e atitudes sobre você mais do que você imagina. 

Se você se sentir mal depois de sair com uma pessoa em particular, pode ser hora de se despedir. Cerque-se de pessoas que o amam e desejam o melhor para você.

Enfrenta os teus medos

Por isso, pare de procrastinar as coisas (como convidar alguém para um encontro ou tentar um emprego melhor) até se sentir mais confiante. A melhor maneira de aumentar sua confiança é encarar seus medos de frente.

Pratique enfrentar alguns de seus medos decorrentes da falta de autoconfiança. Se você tem medo de se envergonhar ou acha que vai estragar, tente mesmo assim. Diga a si mesmo que é apenas um experimento e veja o que acontece.

Você pode aprender que ficar um pouco ansioso ou cometer alguns erros não é tão ruim quanto você pensava. 

Mas cada vez que você segue em frente, pode ganhar mais confiança em si mesmo, o que, no final, o ajudará a evitar qualquer risco que possa resultar em grandes consequências negativas. 

Eleve sua autoestima

Todo mundo luta com problemas de confiança em um momento ou outro. Mas se seus problemas de autoconfiança interferirem em seu trabalho, vida social ou educação, você deve considerar a possibilidade de procurar a ajuda.

No meu canal do Youtube tenho vários vídeos que podem ser úteis para você e que poderão contribuir para melhorar sua autoestima. Acesse agora mesmo e não esqueça de se inscrever!